domingo, 12 de janeiro de 2014

Palavras do Autor: dogging e banheirão - picante e proibido.

 

Ultimamente tenho me dado conta que sexo é o que move o mundo. Todo mundo busca e quer prazer. Sem deformidades ou exageros, acho até saudável isso. Mas existem algumas práticas que geram polêmicas. Uma delas se chama Dogging.

Pesquisando, encontrei informações bem interessantes e curiosas.

Em contornos gerais, Dogging é uma mistura de voyuerismo com exibicionismo e as vezes swing. É o sexo em locais públicos, com plateia que normalmente só observa, mas as vezes também participa. Segundo especulações, a pratica teria começado na Inglaterra nos anos 70. O termo seria proveniente da palavra observar, mas há quem diga que se relaciona ao fato do Dogging ser como o sexo dos cachorros - na rua e pra todo mundo ver.

Essa essência de "plateia vendo sexo" na rua pode parecer um tanto difícil de imaginar, mas é mais fácil de esbarrar por aí com essa situação do que você possa pensar! Em São Paulo, essa é uma prática que já rendeu até reportagem do SBT e graças a ajuda da internet (o que seria de nós sem ela?), os curtidores da pratica conseguem combinar "eventos".

Embora seja mais praticada por casais heteros, há muitos gays que curtem uma putaria desse nipe.
No cair da noite, parques e estacionamentos acabam se transformando em um palco para os doggers (nome dos adeptos dessa prática). Há toda um código envolvendo o negócio e acho essas paradas super curiosas. Por exemplo: se as luzes do interior do carro estiveram acesas, é sinal que você pode se aproximar para ficar olhando. Já se a porta ou as janelas estiverem abertas, significa que você pode participar!

Existe uma variante do dogging chamado de carparking. Diferente do dogging que pode ter abertura para um ménage a trois ou uma suruba mesmo (uhu!), o carparking é uma variante menos "exibicionista" onde casais buscam lugares menos arriscados para estacionar seus carros, mas não ligam de ficarem sendo observados.

No Parque do Ibirapuera e em algumas praças do Cerro Cora são lugares "famosos" para essa curtição.

Com menos glamour e mais polêmico a outra prática polêmica que me referi no começo desse post atende pelo nome de banheirão. Aqui, a coisa fica mais "séria" e a dimensão do prazer se concentra em instantes e muita sensorialização. Já ouviu falar do "sentido aranha" do herói das HQs? Então...

Acho que não existe um gay que nunca tenha reparado um "clima" dentro de um banheiro público. Alguns (eu inclusive, confesso!) já até experimentaram alguma "brincadeira" dentro de um banheirão e as opiniões envolvendo o barato são muito variáveis.

Há pessoas que são verdadeiramente obcecadas pelo prazer do proibido que essa prática proporciona. Muitos consideram o banheirão um sexo sujo. Na verdade, não há sequer sexo. É muito mais exibicionismo e voyeurismo que impera no ambiente, mas há quem curte partir pruma parada mais hardcore e ousar uma foda frenética dentro de uma cabine privativa (onde se faz o número 2 :P).

Assim como o dogging, existe um monte de códigos envolvendo o banheirão. Quem estiver afim, posso até fazer um post só falando das coisas que já percebi envolvendo o banheirão. Calma... o dono do blog não é um depravado! Mas ele gosta de observar muito o comportamento do ser humano e se delicia com cada nova constatação de uma teoria. Hahahaha...

Recentemente um amigo da faculdade me ligou eufórico falando que "rolou" um banheirão com ele. Ao mesmo tempo que parecia ter gostado, estava se sentido sujo, errado, pecador (hein?).

O ruim dessa prática é a falta de respeito ao espaço público. É de fato desconfortável você ser obrigado a testemunhar a excitação sexual de outros homens em um lugar que você vai para outros fins completamente diferentes daquilo. E tem caras que tão nem aí, fazendo até mesmo circle jerks (roda de punheta!!!) em espaços que já são "consagrados" pra esse tipo de putaria.

Assim como o dogging, o banheirão é crime e você responde por atentado ao pudor se for flagrado - com direito a parar na delegacia e a responder judicialmente por isso. Imagine só o constrangimento! Há também o risco de se contrair DSTs... Tem gente que perde a noção e ao invés de só ficar olhando e descascando sua banana, quer fazer um frottage (esfregação), oral e até penetração sem qualquer proteção!

No mais, dogging e banheirão representam de forma bem nua e crua a máxima que diz que "quanto mais proibido, mais intenso e picante é o prazer".

E aí?! Já fizeram algo assim?


Comentem!

Participe da nossa enquete no final da página!

Quer participar do nosso grupo do WhatsApp? Manda mensagem com nome e estado  para 21 98296-9961. Mas tenha paciência e puxe assunto com educação. Saber do que se trata o grupo é bom também!

Colabore com o blog! Mande fotos, vídeos ou links que você curta para uncut.blog@gmail.com. Mas mandem fotos grandes e falem um pouco sobre vocês, ok?!

Para conversar via SKYPE comigo add: souncuts

domingo, 5 de janeiro de 2014

Vídeo: Gozada de um morenão brasileiro

video

Nada mais brasileiro que um moreno, com uma piroca grossa, veiuda e na medida certa (nem pequeno, nem exagerado) com uma gozada no chão né?

E que belo caralho uncut hein?!

Comentem!


Participe da nossa enquete no final da página!

Quer participar do nosso grupo do WhatsApp? Manda mensagem com nome e estado  para 21 98296-9961. Mas tenha paciência e puxe assunto com educação. Saber do que se trata o grupo é bom também!

Colabore com o blog! Mande fotos, vídeos ou links que você curta para uncut.blog@gmail.com. Mas mandem fotos grandes e falem um pouco sobre vocês, ok?!

Para conversar via SKYPE comigo add: souncuts

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Galeria dos Leitores 20: Rapaz Barbudinho

http://www.imagebam.com/gallery/046lq4omcm8kartt46ea69dpyr26y7my

Esta galeria estava para ser postada desde o ano passado, mas por problemas de gestão (rs), as fotos foram perdidas. Por sorte, o amigo / leitor teve a boa vontade de enviar (algumas) fotos outra vez e agora não posso vacilar e deixar pra depois o que posso fazer agora.

Quem curte um cara magrinho, pentelhudo, com cara de que curte uma boa sacanagem; vai pirar com meu amigo de Fortaleza. Ex participante do nosso grupo no WhatsApp - ele saiu pois não estava conseguindo dar conta de tanta mensagem e do celular emitindo alerta toda hora - o "Rapaz Barbudinho" deixou os contatos para ser procurado por quem curtir as fotos.

Seu número é: (85) 8534.5937. Quem quiser um papo via Skype pode adicionar o e-mail: rapazbarbudinho@hotmail.comAh... ele pediu pra avisar que é passivo ;). Sejam educados!

Clique na imagem para acessar a galeria!


Quer participar do nosso grupo do WhatsApp? Manda mensagem com nome e estado  para 21 98296-9961. Mas tenha paciência e puxe assunto com educação. Saber do que se trata o grupo é bom também!

Colabore com o blog! Mande fotos, vídeos ou links que você curta para uncut.blog@gmail.com. Mas mandem fotos grandes e falem um pouco sobre vocês, ok?!

Para conversar via SKYPE comigo add: souncuts!



quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Remy Delaine


http://www.imagebam.com/gallery/8ifvc3atacd4aubb0em9k5oyx83eipor

Vamos começar o ano de 2014?

O primeiro post do ano é voltado para um ator da indústria pornô gay americana chamado Remy Delaine. Delaine chama atenção não só pelo seu corpo escultural e imenso e grosso pênis; mas ele é um dos poucos modelos e atores que assumem seu uncut tight - sem corte apertado, literalmente.

Nascido na Polinésia Francesa em 1981, Remy se mudou para Austrália para estudar multimídia, sendo descoberto por um desses olheiros da indústria pornô e convidado a fazer filmes do gênero. Depois de uns filmes "baratos" quando ainda tinha visto de estudante no país, o rapaz passou a integrar o cast do famoso Raging Stallion Studios a partir de 2004.

Nesse estúdio, sua carreira decolou e com apenas 23 anos foi titulado o Homem do Ano de 2006 pela casa. De fato, o cara guarda particularidades únicas (como o fato de manter-se pentelhudo!) e seu olhar ímpar (típico dos franceses...) o destaca de outros sarados da indústria pornô.

E antes que todos torçam o nariz por conta da aparente fimose (na verdade seria o caso da parafimose, pois há um estreitamento do anel - o buraco na pele - para passagem da glande/cabeça) que o cara possui no pau, nos trechos de filme que assisti, ele consegue por a cabeça pra fora! Sai apertadinho, mas sai =).

O grupo do WhatsApp está bem legal. Quer fazer parte? Manda mensagem direto pro WhatsApp com nome e estado  para 21 8296-9961. Mas tenha paciência pois não vivo em função do grupo! e Puxar um assunto com educação e saber do que se trata o grupo é bom de vez em quando...

Colabore com o blog! Mande fotos, vídeos ou links que você curta para uncut.blog@gmail.com. Mas mandem fotos grandes e falem um pouco sobre vocês, ok?!

Para conversar via SKYPE comigo add: souncuts!